Chá de boldo – Conheça os benefícios

Seu chá é indicado para curar ressacas e aliviar problemas de fígado e estômago. Mas isso é tudo?

Quando a pizza ou o churrasco não caem bem no fim de semana, muitas pessoas pegam uma xícara de chá de Boldo para aliviar suas doenças.

A nativa da serra As regiões vegetais do Chile, de fato, provaram ser um aliado fundamental para a saúde, e os benefícios do Boldos não param apenas na melhora dos sintomas gastrointestinais.

O extrato da planta medicinal pode estar relacionado à melhoria da proteção celular e atua no combate contra os radicais livres, que são responsáveis ​​pelo aumento do estresse oxidativo e pelo risco de diversas doenças.

Como usar o boldo?

 

Para usufruir dos benefícios do boldo, as folhas devem ser limpas, socadas em copo ou pilão com água e ingeridas ao mesmo tempo.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recomenda despejar 150ml de água fervente Regue em 1 colher de chá de folhas de boldo e abafe a bebida por cinco a dez minutos.

Receita caseira só deve ser consumida para alívio de sintomas leves e o tratamento não deve ultrapassar quatro semanas.

Conheça todos os benefícios do chá de boldo

Da digestão à melhora dos sintomas da ressaca, veja como a planta medicinal pode ser uma aliada da saúde:

Aliada à boa digestão

Graças à presença de uma substância chamada boldina, a planta pode proteger as defesas o fígado e melhorar o dano oxidativo e o dano celular nos órgãos responsáveis ​​pela digestão. Isso pode melhorar a flatulência e a recuperação das células do pâncreas, um órgão importante para os diabéticos.

Intestino ok

Se você tem problemas de constipação ou constipação, o boldo tem efeito laxante, facilita a passagem intestinal e aumenta a quantidade de evacuações diárias.

Combate a ressaca

Se a festa do fim de semana tiver sobrecarregado o fígado, no dia seguinte é melhor comer uma refeição leve com bastante líquido e no máximo duas xícaras de Boldo chá. A planta pode estimular o funcionamento do fígado, eliminar o álcool e o mal-estar.

A ciência também comprova que o boldo possui efeitos anti-inflamatórios, antitumorais e antiplaquetários, diminuindo o risco de doenças cardiovasculares e neurodegenerativas.

3 Mitos e Verdades sobre o Boldo

Tire algumas das principais dúvidas sobre a planta medicinal nativa das montanhas do Chile:

1. É um aliado do fígado

verdade. E isso porque Boldo tem algumas pistas com nomes complicados que já conhecia. É o caso do efeito colagogo e colerético, onde a planta age aumentando a secreção de bile na vesícula biliar e no fígado, respectivamente.

O boldo também tem ação benéfica contra a chamada dispepsia funcional, no abdome desconforto. constante e tem efeito antimicrobiano, hepático e digestivo.

2. Por ser uma planta, não faz mal à saúde

Mito. O boldo pode danificar o fígado se consumido em excesso. Também é contraindicado para gestantes, lactentes, crianças menores de 6 anos, pacientes com doença hepática e renal.

Quem toma regularmente medicamentos que retardam a coagulação do sangue, como aspirina® e anticoagulantes, também deve não use a bebida de chá.

3. Todo boldo é fitoterápico

Mito. É importante entender que existem diferentes tipos de boldo. O mais popular chama-se Boldo-do-Chile. Mas há também o boldo nacional, o boldo da terra ou o boldo do jardim, com galhos longos e folhas grandes e aveludadas que também trazem benefícios.

Por outro lado, há casos em que essas espécies podem ser prejudiciais saúde. Principalmente no caso de consumo excessivo ou interações com outros medicamentos que a pessoa esteja tomando.

Em altas doses, o Boldo-da-terra, por exemplo, pode irritar a mucosa gástrica e aumentar os efeitos. de ansiolíticos e hipnóticos. Por outro lado, o Falso Boldo, que cresce em moitas e tem cheiro forte e folhas pequenas e carnudas, não deve ser tomado.